PERPLEXIDADE

Algo que me deixa completamente perplexa é o alto grau de desrespeito ao próprio ser humano. Isso não é uma burrice? Conforme a Bíblia e o que foi passado pelos nossos pais é que somos todos irmãos e imagem e semelhança de Deus, pois bem, só esqueceram de nos dizer que carregamos nos nossos genes algumas dosagens de burrice – há uma variação de pessoa a pessoa é claro - sim porque isso só pode ser hereditário, se desde o início dos tempos desrespeitamos os nossos “irmãos”? E o que é pior... Temos sempre a razão! Agora imaginem todos terem a razão pelos seus desrespeitos, por suas condutas impensáveis (que loucura!), aonde vamos parar? Provavelmente no mesmo lugar, num lugar onde se possa ter uma visão mais ampliada com relação a todos os nossos passos retardos, num lugar onde nos deparemos de frente com os nossos algozes, num lugar onde nos deparemos de frente com nossas vítimas, num lugar onde se possa planejar, reorganizar, transmutar as ações que outrora prejudicaram acima tudo nós mesmos, num lugar onde possamos fazer tudo isso em comum acordo com o outro, numa atividade recíproca de compreensão e respeito. Esse lugar seria o Juízo final? Quem sabe? Embora existam as pessoas que dizem saber, penso que não, mesmo porque, estaríamos fadados a um julgamento e desta forma como poderíamos trabalhar em prol de nós mesmos? O fato é que estamos vivendo numa selva sem cipós, como animais no cio (animal racional?), e que o absurdo se torna cada vez mais evidente, os homens de forma desmedida se atracam, se atropelam compulsivamente pela sobrevivência.Mas, não quero finalizar o texto de forma pessimista como se a única solução fosse parar neste lugar supradito, talvez este lugar fosse aqui mesmo... Não sei... O que importa é que se pode notar com clareza a situação caótica e isso é um bom sinal, se se pode perceber, se pode também modificar. O avesso do perplexo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A TROCA

19

ESTRELA MAIOR