Postagens

Mostrando postagens de Abril 25, 2010

EU 2

Sou a poesia
que fala, que agita
sou a mulher
que grita!

Sou o tempero
na ginga, que adoça
sou a mulher
que adorna!

Sou a estrela
que ilumina e encanta
sou a mulher
que abranda!

ESTA NOITE...

Meia-noite. As luzes se apagam. O silêncio parece adormecer. A madrugada acorda. Tudo é tranquilo. Os cirros desfilam calmamente redesenhando figuras aguçando a minha imaginação. Um latido ressoa ao longe dando um toque de suavidade na calmaria da noite. Suspiros de contemplação transpõe do meu peito com grande admiração. E assim, permaneço calada no particular da minha alma.