Postagens

Mostrando postagens de Outubro 5, 2008

PERMUTAÇÃO

Vagava solitário na penumbra da noite silenciosa. A madrugada era perfeita. A garoa fina entornava, com efeito, como centelhas cristalinas acalmando seu pensar. Passos largos perdiam a intensidade à medida que um sorriso contemplativo despontava em sua face. Despretensiosa, a noite parecia endossar com alegorias naturais àquela ocasião. Instantes de reciprocidade!