Postagens

Mostrando postagens de Agosto 19, 2012

FÔLEGO

Ele se mostrava rude. Definitivamente distante. A vida o colocava em armadilhas que sua franzina compreensão o destoava da realidade. Movido por desejos infames e incansáveis devaneios, refletia com ardor. Sabia que esse mergulho perpetuaria em resultados salutares. Ativamente aguardaria o benefício.