Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 25, 2011

REFLEXÃO ANUAL

Fazendo uma análise sintetizada dos acontecimentos na minha vida, de modo não linear e bem distante dos domínios da psicologia; observo que a cada período percorrido, e em comum acordo com o meu alvo desejado, houveram algumas influências externas, como se a consciência coletiva agisse sobre mim de maneira incisiva. Não sei se isso é bom ou ruim, entendendo que estou inserida numa sociedade, cabe a mim saber fazer as minhas escolhas. Lembrando que os percalços e rogozijos sempre estiveram presentes a cada etapa.

Cabe um adendo: no momento em que escrevo o texto, ouço Bolero de Ravel, e tudo parece tomar forma, como se as peças se encaixassem perfeitamente, como na música. Os diversos instrumentos de sopro, a seu tempo, em sincronicidade com os instrumentos de corda, no início insignificantes, no final despontam com toda a sua maestria. Todos eles respeitando a individualidade de cada um, todos a seu momento, de forma fragmentada, se organizam e se encaixam como num grande quebra-cabeça…