ebuLIÇÃO



Divago... 

meu pensar trafega
por ruas invernais
disfarça meu sentir
d'um elixir que se vai
num destino incerto
ecoam lágrimas puras
dos soluços que caem 
orvalho feito uvas 
cristais quebram o silêncio
dos azedumes extraem
remanejo o laço rosa
que de mim se esvai 
destruída em prosa
num monólogo atroz
empoeirada ao redor
embargo toda a voz
me alongo em léguas
no entorno me acho
o caminho dá tréguas
esfria meu cansaço
o choro que me abraça
para tal sorte empurro
o que não me embaraça
nas esquinas... perduro









IMAGENS LIVRES. Disponível em . < livegothic.blogspot.com .> Acesso em 29/07/2015.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A TROCA

19

OUTONO