ALMA GÊMEA


Sentimentos negativos pairavam
por anos no outro busquei
todas as lágrimas secaram
até que por fim te encontrei

Em vários rostos me enganei
ferindo-os, pois pensava em ti
com certeza não mais temerei
alegro-me e canto como colibri

E na intimidade do meu viver
a alma gêmea fora negada
pois não conseguia entender

Que a busca que tanto almejava
a minha frente se apresentava
e era a mim mesma desejava ter


**Este soneto foi baseado no texto de Adenáuer Novaes - "Encontro Feliz" do blog que acompanho: http://adenauernovaes.blogspot.com.br/**



IMAGENS LIVRES. < busca-esiritual.blogspot.com >. Disponível em: < . data: Acessado em : 21 de setembro de 2014, às 13h30min.

Comentários

Um belo soneto, Sandra! Parabéns! Li o texto do Adenáuer também! Esse diálogo é bem bacana! Abração!
Agradeço sua visita carinhosa e doce comentário. Um super beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

OUTONO

19

DOLORIDA