CINQUENTA OU SIM, AGUENTA!

Cheguei. Momento ímpar.
Eu imaginava que ao atingir esta etapa da vida - meio século - consumaria a realização plena, no entanto, percebi que essa combinação, está em conformidade com a condição de estado, sendo assim, é fragmentada e momentânea, além de ser: insaciável, transponível, ininterrupta. É uma construção diária. 

Haja fôlego e dominação das emoções oponentes... Prossigo!

Eu advenho de uma família composta por quatro figurantes, cada um protagonizando a sua própria história. Todos imbuídos e desejosos em dignificar os valores e saborear os aborrecimentos com gostinho de vitória. 
Logo cedo, aos quatro anos, veio a fatalidade, o arrimo de mãe desestruturaria a base familiar, todavia, mesmo com a dor prematura, jamais perdi o anseio de seguir adiante.
A traquinagem logo se confirmou na primeira infância, e combinava perfeitamente com o pai austero, autoritário e compulsivo às agressões - tática desenvolvida para enaltecer uma educação equivocada - assim, o cenário para as diversas surras eram autênticos e cruéis, haja vista, todas serem assinaladas com fio de ferro grosso e roliço. A meia a essa forma incomum de educar, o contraditório se fez presente, e o objetivo estranhamente foi alcançado, pois, o legado intensificou-se: integridade, disciplina e responsabilidade... É, de fato, o amor tem sua singularidade, se expressa de várias maneiras e é incontestável. Parou por aí? Não. 
Por outro lado, eu sofria agressões psicológicas do meu irmão que não titubeava em afirmar que tinha vergonha de mim porque eu era feia, e o pior é que eu acreditava. Verdadeiro bullying. Sobrevivi. 
Tudo isso fortaleceu em mim sentimentos contrários que me fizeram crer na superação e em não permitir que vozes internas desqualificadoras oprimissem as minhas escolhas. Clichê? Talvez. O fato é que funcionou e continua dando certo. Muito embora o passado obstine em ressurgir, e nada como uma conversa amigável para apaziguar o azedume de outrora e sublinhar as novas conquistas com solidez, desvelo e sobretudo amor. 
Sim, aguento! Que venha o próximo cinquenta.

Comentários

Uma baita história! Siga em frente! Grande abraço!
Obrigada Raulino! Super abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

A TROCA

19

ESTRELA MAIOR