DORES E AMORES

Depois de me perder 
nunca mais fui o mesmo
naquele mar azul dos seus olhos
meu porto seguro encontrei!

Perder um amor
entristece a alma 
mas nada como um novo
para ressuscitá-la!

Sorriso abrasador que
queima-me por dentro
tirando-me da dor
foi assim que me apaixonei por essa flor!

Linda e graciosa,
brotou de repente
na minha vida e coração
como a mudança do inverno para o verão!

Apareceu de repente
Como a luz em meio a escuridão
minha mente se alegra 
com essa bela aparição
será que existe ou não?

No começo foi difícil
assumir a relação
pois a perda não deixou espaço
no meu coração!

Vejo-a nas nuvens,
no reflexo da água, 
no ar, sinto-a
numa linda canção de ninar!

Eu a vejo com olhares
diferentes que ninguém o vê
sou eu seu único amor
que ninguém vai saber!

É um amor transparente
um doce sonho ou um lindo pesadelo
que ficará na minha mente
por outras vidas em zelo!

E assim vou vivendo
com esse louco amor
que me devasta e alegra
desaparecendo com a dor!

Poema de Victória Rosa e Luiza Ninck - 13 anos - 9º ano

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OUTONO

19

DOLORIDA