BATALHAS DO EGO

Sinto-me perto às vezes de um surto psicótico, proveniente da má compreensão da vida que por ora se encontra apática e nebulosa, embolando os meus neurônios e impedindo-os de uma conexão sadia e próspera.
Percebo que a lucidez e a serenidade diluem as vicissitudes, porém a sandice insiste em dasafiar com ousadia o ego camuflador e sabotador coibindo a capacidade de estar, pensar e agir.
A rusga interna passa a ser constante. A preocupação na superação é enlouquecedora.
Colocar em prática o "conheça-te a ti mesmo" é nadar contra a maré com persistência.
A máxima supracitada do antigo filósofo denota uma viagem interior que é a porta libertadora que nos faz crescer intelectualmente, explanar, calar-nos no momento certo e de obter uma visão diferenciada sobre nós mesmos. Encontro apenas uma única objeção: a porta está emperrada, sua fechadura e chave são de ouro maciço. Como pode estar emperrada? Preciso fazer uma interiorização mais aprofundada...
Outra condição favorável quando buscamos o autoconhecimento é o discernimento, ou melhor, é aprimorar o senso comum, sendo este uma involução intelectual ou preguiça mental, que assola, empobrece e diminui o valor de cada um.
Li algo de Carl Gustav Jung que diz que temos que ser misericordiosos com o mendigo que habita dentro de cada um de nós. O meu, além de ser mendigo maltrapilho, é covarde e cheira mal.
Enfim, ir à busca do conhecimento, até mesmo de mim mesma, implica em saber que tanto ele quanto a sabedoria perpetuam caminhos ilimitados, ou seja, jamais estão estagnados. Estão sempre em constante movimento, afinal, a verdade absoluta está bem distante do nosso alcance.
Contradições a parte, o exercício da vida se estabelece, ora de maneira monstruosa e impetuosa, ora como um anjo de pureza sensível e amigável.
Desta forma, encontro-me neste turbilhão de complexidade onde me lanço, e entre perdas e ganhos, altos e baixos, respiro, vejo, ouço, sinto o pulsar da vida como o valor incomparável de experiências na contribuição de um mundo melhor.

Comentários

Elisangela disse…
Muito bom.

Esta realmente se tornando uma escritora nata. risos
Continue em busca do aprimoramento, acredito em seu potencial.

bjos
Sandra disse…
Obrigada amiga, que bom que tenha gostado!

Bjs!

Postagens mais visitadas deste blog

A TROCA

19

VIAGEM