DEZEMBRO

Quando li "Doze Dezembros" postado no blog que acompanho "Jornal da Filomena", veio a inspiração em tecer algumas linhas e enaltecer, de fato, o comportamento do homem neste período.
Alguns comportamentos precisam de apologias como: o afeto, a compaixão, a solidariedade! Parece que neste período todos são envolvidos num bálsamo de condescendência, libertando a alma das amarras que aglutinam os sentimentos mais atrozes. Ainda que, a classe comercial usufrua para o enriquecimento do seu capital, o homem consegue liberar sentimentos nobres e colocá-los em prática.
É tempo de regozijo total, o planeta parece envolver-se numa energia soberba; parece que Ele - o aniversariante - fica bem pertinho da crosta terrestre, mesmo com tanta ineficiência e irresponsabilidade do homem Ele assevera que cada um de nós possamos seguir com integridade a jornada e nos abençoa. Pois, façamos por merecer!
Que bom seria se estes sentimentos pudessem emergir não apenas neste período, mas por toda nossa existência, e de acordo com a postagem do blog supracitado "E que seja dezembro o ano inteiro!"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OUTONO

19

DOLORIDA